terça-feira, 7 de janeiro de 2020

Retiro de Carnaval 2020


“O corpo sente com a mente e a mente sente com o corpo. Saúde é a harmonia interna em sintonia com os ritmos da natureza”. (Eric Slywitch e Marise Berg)

     O retiro é conduzido por um professor e médico com 18 anos de experiência e pioneiro na prática clínica do vegetarianismo e uma nutricionista funcional com especialização em Ayurveda para orientar escolhas alimentares a partir da consciência ampla sobre a conexão entre a cadeia produtiva e a saúde física, mental, emocional, espiritual e social. Vamos viajar para o Sítio São Francisco, próximo à São Paulo, um espaço planejado para cursos e retiros, com muito verde e silêncio, para relaxar, acender a vitalidade, cultivar a atenção plena e desfrutar dos sabores e sensações que a natureza nos oferece.

     A programação inclui o cardápio plant based inspirado na Ayurveda, práticas de yoga, meditação, caminhadas, incursões na horta orgânica, piscina, ritual na fogueira e tempo livre. Em sala de aula vamos compartilhar conhecimento sobre o funcionamento humano, os grupos de alimentos, como planejar sua alimentação e semear a saúde com criatividade, prazer e consciência. Com a mente quieta, os pés na terra e as mãos na massa, vamos cultivar a presença e permitir brotar a sabedoria interna que conduz ao equilíbrio existencial.

Programação
Aulas teóricas de Nutrição, Nutrologia e Ayurveda
Oficina prática de culinária (preparações com ervas e especiarias)
Experiência na horta orgânica
Práticas contemplativas, de relaxamento e meditação (mindful eating)
Práticas de yoga (matinal)
Caminhadas
Ritual na fogueira
Cardápio vegetariano estrito
Piscina de água mineral

veja a retrospectiva de eventos passados



Local e data
De 21 a 26 de Fevereiro de 2020  (5 noites / 6 dias)
Início 21 de fevereiro (sexta) a partir das 14 h
Encerramento 26 de Fevereiro (quarta) às 14 h (após almoço)

Sítio São Francisco – Divisa das cidades de Morungaba e Amparo, estado de São Paulo. Para pesquisa no mapa, busque por "Morungaba - SP". O sítio fica a 5 min de carro dessa localização.
Veja mais informações em: www.alimentacaosemcarne.com.br (clique em '"cursos") ou em www.mariseberg.com.br

Investimento para reservas efetuadas até 07/02/2020

Sede central:
Suíte para casal R$  3.000 por pessoa
Suíte compartilhada (3 pessoas) R$ 2.700 por pessoa
Suíte compartilhada (4 pessoas) R$ 2.600 por pessoa

Chalé:
Quarto (não suíte) compartilhado (3 pessoas) R$ 2.600 por pessoa

RESERVAS E MAIS INFORMAÇÕES PELO EMAIL:  cursos.dr.eric@outlook.com 

Eric Slywitch
Médico, mestre e doutorando em nutrição , especialista em nutrologia, nutrição enteral e parenteral, pós-graduado em endocrinologia, nutrição clínica e prática ortomolecular. Tem aperfeiçoamento em Teoria Psicanalítica com foco em Conflito e Sintoma. Autor dos livros: "Alimentação sem carne - guia prático", "Virei Vegetariano. E agora?" e "Emagreça sem dúvida".
www.alimentacaosemcarne.com.br

Marise Berg
Nutricionista pós-graduada em alimentos funcionais e nutrigenômica, com especialização em avaliação metabólica e Ayurveda. Autora do livro "O céu da boca".


















segunda-feira, 14 de maio de 2018

Seja gentil e colabore com a sua digestão



O vídeo de hoje mostrará alguns aspectos da fisiologia que impactam no conforto digestivo.

Sintomas como sensação de peso, empachamento, gases, distensão abdominal e sono depois das refeições podem ser evitados ou amenizados com pequenas mudanças nos hábitos, ajustes na quantidade de alimentos sólidos e dos líquidos às refeições.

terça-feira, 10 de abril de 2018

Dosa de lentilha rosa



     O dosa é um crepe de leguminosas fermentadas. Aqui usei 1/2 xícara de lentilha rosa sem casca (100 g). Deixei os grãos de molho em água filtada por algumas horas e enxaguei. Bati no liquidificador com 1/4 de xícara de água. Deixei a massa descansando durante a noite coberta com uma peneira. Acrescentei sal e temperos secos (hj usei a massala para vata do Grão Vizir Especiarias em homenagem ao outono que chegou chegando: cúrcuma, erva doce, cominho, gengibre, coentro, mostarda, pimenta do reino e noz moscada). Daí foi só untar uma frigideira antiaderente com 1 fio de azeite e despejar a massa. Depois de uns 2 minutos dá pra virar a massa com uma espátula e fritar o outro lado. Rende 4 conchas rasas da massa ou 4 panquecas.

     Pra acompanhar, um patê de palmito (pra substituir os queijos de forma saudável e saborosa) e meu chá preferido de rooibos do Bistrô O chá.

     Essa receita custou menos de R$1,50 por pessoa. É nutritiva, saudável, gostosa, e sacia. É muito mais adequada do que a tapioca ou os pães sem glúten feitos com féculas refinadas e polvilho.

     A lentilha rosa é muito leve para a digestão, proteica (28% das suas calorias são oriundas das proteínas) e fonte de fibras, ferro, magnésio, manganês, fósforo, zinco, cobre, selênio, vitaminas B6, ácido fólico e tiamina. É considerada tridosha na Ayurveda e pode ser usada durante os tratamentos de destoxificação.


segunda-feira, 19 de março de 2018

O seu corpo é o seu melhor amigo. Você retribui com amizade ou está em guerra com ele?



     O vídeo de hoje traz um convite para você se reconciliar com o seu melhor amigo: o seu corpo. Convida a abrir mão do mimimi e se lembrar da importância da gratidão pela vida humana preciosa que se desenrola a cada dia. É um lembrete sobre cada um ter a sua própria beleza e valores.
   
     Temos o vício de reclamar do que não temos e esquecer de celebrar as pequenas conquistas da vida comum. Muitos dias não são tão especiais, não ganhamos na mega-sena nem encontramos um grande amor, mas, estamos vivos e equipados com um instrumento maravilhoso pelo qual teremos muitas experiências com possibilidades infinitas.


     

quarta-feira, 3 de janeiro de 2018

Nutrição para combater o cansaço



     A desconexão com a natureza, o olhar fragmentado para a vida, a sensação de não pertencimento, a insegurança, a falta de comunhão e de afeição drenam a nossa energia.

     O cansaço não é um demérito. É apenas um sinal de que houve uma sobrecarga. É a maneira que o corpo encontra de chamar a atenção para a necessidade de parar e se cuidar. Quando esse chamado é negligenciado, só resta ao corpo (e à mente) doer.

sábado, 23 de dezembro de 2017

Precisamos falar sobre o lindo comercial emocional da Coca-Cola.




     As grandes corporações descobriram que o mercado é feito de pessoas com sentimentos e que esses são gatilhos para as decisões de compra.

     Daí as agências estão se baseando no neuromarketing – a nova ciência do comportamento do consumidor para criar publicidade ancorada nas necessidades emocionais e oferecer produtos embalados de “felicidade”. Os comerciais com apelo emocional estão por toda parte! No adesivo do carro da lavanderia do bairro, nos comerciais de perfume, de plano de saúde, de farmácia, banco, e claro, nos produtos alimentícios!

     Somos presas muito fácies para esse tipo de campanha. Porque o estresse, que é o conjunto de respostas do corpo diante das ameaças da vida (nem sempre reais, às vezes mais ameaçadoras do que tigres famintos), nos deixa exaustos e com a sensação de não ter recursos suficientes. O medo deixa o peito vazio e, ou nos paralisa, ou estimula o excesso de atividade. Qualquer coisa é melhor do que parar e olhar para o tigre faminto, para a sensação de vazio, de que o tempo e o dinheiro nunca serão suficientes para todas as demandas, de que nunca seremos tão belos, tão magros, tão cultos, tão legais, tão eficientes, tão saudáveis. Ficamos paralisados com a sensação de que nunca chegaremos lá ou nos engajamos numa corrida desenfreada para chegar lá a qualquer custo, inclusive o da exaustão e solidão, ou até da perda da saúde.